paint-brush
Gestão: 4 principais habilidades e dicas para melhor comunicação e influênciapor@vsvoboden
836 leituras
836 leituras

Gestão: 4 principais habilidades e dicas para melhor comunicação e influência

por Vlad Grin8m2023/10/15
Read on Terminal Reader

Muito longo; Para ler

Hoje quero convidar você a se juntar a mim todas as semanas, aqui mesmo no HackerHoon, para dicas de gestão. Esta é uma série de artigos simples, focada em ótimas táticas que você pode usar em sua equipe para se tornar o mais produtivo possível.
featured image - Gestão: 4 principais habilidades e dicas para melhor comunicação e influência
Vlad Grin HackerNoon profile picture

Hoje quero convidar você a se juntar a mim todas as semanas, aqui mesmo no HackerHoon, para dicas de gestão. Esta é uma série de artigos simples, focada em ótimas táticas que você pode usar em sua equipe para se tornar o mais produtivo possível.


Neste artigo, vamos nos concentrar especificamente na comunicação: como lidar com conflitos e como motivar os outros.


Então vamos! Sem “água” e recomendações chatas ;)

Nº 1: Leitura da Linguagem Corporal


Quando você está tentando entender alguém, suas palavras são apenas metade da história. Você também precisa prestar atenção à linguagem corporal deles.


Você tem que ouvir a pessoa inteira: mais ou menos, cerca de metade do que uma pessoa está realmente dizendo não vem através das palavras que ela usa, mas através de seu corpo.



O que você procura são desvios comportamentais:


  • O primeiro tipo é um desvio da forma normal de comunicação de uma pessoa, conhecido como sua linha de base


    Se o comportamento de alguém mudar repentinamente, pode ser um sinal de que algo está errado. Por exemplo, se alguém que normalmente fica perto de você e fala devagar agora está mais distante e fala rápido, isso pode ser um sinal de problema.


    É importante estar ciente dessas mudanças de comportamento, mas também é importante não presumir que você sabe o que está errado. Em vez disso, você pode fazer perguntas para tentar entender o que está acontecendo, mas respeite a privacidade da outra pessoa e não seja agressivo.


O 2º tipo é um desvio das normas contextuais


Em situações sociais, existem certos comportamentos que são considerados normais e aceitáveis. Por exemplo, é normal olhar brevemente nos olhos de outra pessoa e sorrir ou dizer olá. No entanto, se alguém ficar olhando para você por muito tempo, isso pode ser considerado rude ou desconfortável.


Portanto, não faça suposições aqui; a pessoa pode estar olhando para você porque gosta da camiseta que você está vestindo :)


A melhor maneira de saber mais sobre por que alguém está se comportando de determinada maneira é observá-lo cuidadosamente e fazer perguntas, se você se sentir confortável para fazê-lo. Algumas coisas a serem observadas incluem aversão aos olhos, inquietação, postura e, claro, meu favorito - comportamento de distanciamento.


Se alguém estiver mais longe de você do que o normal ou afastando os pés de você, pode ser um sinal de que essa pessoa não está interessada na conversa ou não gosta de você.


Comece a ouvir a pessoa como um todo, estabeleça boas bases e comece a procurar desvios significativos. Ao fazer isso, você perceberá que está perdendo grande parte da conversa!

#2 5 frases a evitar






Às vezes, o sucesso no trabalho depende de saber o que dizer. Outras vezes, trata-se de saber o que não dizer.






  1. Esse não é meu trabalho


    Todos nós já ouvimos isso. Aqui está o problema. Mesmo quando é tecnicamente verdade, nunca inspira e nunca é útil. Quando você diz “Esse não é o meu trabalho”, você está essencialmente dizendo que está ali apenas para cuidar de si mesmo e que não se importa com as necessidades da equipe. Se você não tem tempo para ajudar alguém, tudo bem. Apenas diga a eles que você os ajudará mais tarde. Mas não os descarte com um breve "Esse não é o meu trabalho".


  2. Já tentamos isso antes As pessoas costumam dizer "Já tentamos isso antes" quando discutem um problema no trabalho e alguém sugere uma possível solução. Essa é uma forma de evitar o trabalho extra que acompanha as mudanças. Mesmo que algo tenha sido tentado antes, isso não significa que não possa ser feito de uma nova maneira. E mesmo que você já tenha enfrentado esse problema no passado, não desista antes mesmo de tentar a nova solução.


  1. Não há orçamento para isso

    Algumas pessoas podem resistir a novas ideias ou soluções porque pensam que custarão muito dinheiro. No entanto, os líderes inteligentes sabem que os orçamentos são apenas orientações e estão dispostos a investir em grandes soluções, mesmo que tenham de ajustar o orçamento para o fazer.


    Um bom líder será capaz de encontrar maneiras de fazer o orçamento funcionar, mesmo que isso signifique movimentar dinheiro de outras áreas. Eles também serão capazes de explicar o valor da nova solução à equipe e às partes interessadas, para que todos participem.


  2. eu te disse

Nunca ajuda, apenas inflama a pessoa. Então é melhor você não dizer nada.


5. Isso não segue o procedimento

Algumas pessoas também podem usar políticas, regras ou tradições como desculpa para evitar mudanças. No entanto, é importante lembrar que a maioria das regras não são absolutas e que uma boa conversa é a chave para a produtividade da equipe. Se você tiver uma nova solução que provavelmente levará ao progresso, não tenha medo de se manifestar.


Aqui está o caso da minha experiência pessoal:


Certa vez, estávamos trabalhando em uma coleção NFT e nosso parceiro estava bagunçando tudo e não conseguiu entregar o visual a tempo. E então, um dos engenheiros me procurou com a ideia de não exibir o visual dos NFTs e revelá-los mais tarde.


Naquela época era uma mecânica nova no setor, mas decidimos arriscar e deu certo. Uma semana depois, aquele cara se tornou um líder!



Ainda aqui? Vamos continuar!













#3 Evite estas 7 palavras tóxicas

Algumas palavras, embora potencialmente honestas ou bem-intencionadas, podem doer a ponto de serem tóxicas. Por tóxicos, quero dizer que podem inflamar emoções, prejudicar sua reputação e atrapalhar a comunicação no trabalho. Mesmo ao oferecer as críticas necessárias, você pode fazê-lo de maneira positiva.


  1. Não posso Declarações duras e definitivas como “Não podemos fazer isso”, “Ele não pode autorizar isso” ou “Nossos clientes não conseguem entender esta solução” raramente são úteis.


  2. Não. Esta é uma palavra fácil de usar, mas muitas vezes negativa e pesada. Em vez disso, tente oferecer uma explicação mais informativa da decisão tomada.


  3. Errado


    Se você quiser irritar alguém ou questionar sua inteligência, diga que ele está errado. Uma declaração com mais nuances geralmente é mais benéfica.


  4. Culpa Culpar as pessoas, mesmo quando elas merecem, raramente é produtivo. Se você precisar corrigir um erro, é importante fazê-lo de uma forma focada na equipe e enquadrada de forma positiva.


    Em vez de dizer “Você errou”, você poderia dizer: “Cometemos um erro, mas aqui está o que podemos fazer para corrigi-lo”.


  5. Nunca

    Pode parecer que você está fechando a porta para todas as possibilidades, o que pode reduzir a esperança e a motivação das pessoas. Em vez de dizer “nunca”, tente dizer coisas como “é possível”, “veremos” ou “vamos explorar nossas opções”. Isso mostra que você está aberto a novas ideias e possibilidades e que está disposto a trabalhar para um futuro melhor.


  6. Estúpido

    É uma palavra comum, mas principalmente vista apenas como um insulto. Muitas vezes as pessoas levam isso para o lado pessoal, mesmo quando você está falando sobre um produto smth. É muito melhor escolher uma linguagem não inflamatória.


  7. Impossível

    Também é importante lembrar que não podemos prever o futuro, portanto, dizer que algo é “impossível” nem sempre é exato. Em vez de dizer “impossível”, é mais útil usar uma linguagem mais sutil, como “Não tenho certeza se temos tempo para isso” ou “Estou preocupado que isso possa ser muito difícil agora”.


Nº 4: Vendendo suas ideias

Você já ouviu alguém dizer que nunca poderia estar em vendas? Eles agem como se as vendas fossem de alguma forma desonestas.


E os equipara ao estereótipo de vendedor de carros usados. Isso é lamentável porque vender é uma habilidade fundamental na vida. É uma forma de persuasão que pessoas bem-sucedidas deveriam usar o tempo todo.


Vender suas ideias é simplesmente o processo de persuadir as pessoas a concordarem com você e apoiarem seus planos. É uma habilidade que você pode usar mesmo se não estiver em uma função tradicional de vendas.



Considere estas 4 táticas muito úteis:


  1. Avalie sua credibilidade

    Dependendo da qualidade da ideia, você pode querer compartilhá-la com outras pessoas; não importa qual seja o seu nível de credibilidade. Dito isto, o objetivo é ser o mais credível possível. Isso significa, primeiro, ter um histórico de trabalho de alta qualidade e sem problemas.


  2. Ganhar a reputação de ser uma pessoa que ajuda e apoia quando os outros expressam suas ideias

    Ou seja, faça um favor a si mesmo e construa um suporte lateral antes de tentar construir um suporte vertical. O que quero dizer é que você está bem servido para começar com seus colegas e outros no seu nível ou abaixo de você. Dessa forma, você pode avaliar o quão bem a ideia pode ser recebida, acima de você. E é provável que você receba um bom feedback que o ajudará a refinar a ideia e a torná-la melhor.


  3. Ao promover ideias, faça-o de uma forma que ajude outras pessoas

    Sua ideia é importante para você, mas lembre-se de que cada um tem seus próprios objetivos e prioridades. Isso é especialmente verdadeiro quando você compartilha suas ideias com pessoas acima de você na empresa. Antes de apresentar sua ideia, reserve um tempo para pensar em como ela se alinha às prioridades deles.


    Como a sua ideia pode ajudá-los a atingir seus objetivos; o que eles são? Esteja preparado para articular isso de forma clara e concisa.


  4. Certifique-se de passar algum tempo praticando seu argumento de venda

    Se a ideia é muito diferente do passado ou se você está lançando para o nível executivo, é melhor estar preparado. Você precisa conhecer os custos finais e os benefícios projetados que são prováveis. Você também precisa estar pronto para perguntas previsíveis, e é por isso que uma ótima conversa prática com colegas é tão útil antes de apresentar o argumento de venda aos executivos.


Vender às vezes tem uma má reputação, mas não deveria. Vender-se e vender suas ideias é uma parte normal e obrigatória da vida profissional. E se você se lembra das dicas que acabamos de abordar, as pessoas podem estar comprando o que você está vendendo.


Resumindo, os gestores desempenham um papel vital no sucesso de qualquer organização. Eles são responsáveis por liderar e motivar equipes, estabelecer metas, garantir que os projetos sejam concluídos no prazo e dentro do orçamento e muito mais.


Desenvolver-se como um gerente de sucesso exige tempo e esforço, e espero que todas as dicas descritas acima sejam úteis para você!